Sustentabilidade: Desafiando o mercado tradicional aos poucos

Por aqui falamos  muito em sustentabilidade voltada à construção civil.

Mas já pensou que podemos fazer muito em atitudes do nosso dia-a-dia para garantir um mundo sustentável para as gerações futuras?

Eu sempre defendo que por menores que sejam nossas atitudes, desde a separação correta do lixo, diminuição da utilização de recursos naturais como principal exemplo a água, ou até mesmo a conscientização na hora de fazer as compras, podem ter grande impacto na preservação da natureza e nossos recursos.

Sustentabilidade no carrinho de supermercado? Ein?

Por exemplo:

Na hora de fazer as compras mensais da casa podemos observar vários pontos em que podemos diminuir a geração de resíduos sólidos.

Atentando para produtos que possuam menos embalagens, produzidos de forma orgânica, e até mesmo a utilização das sacolas retornáveis na hora de levar nossas compras para casa.

Pensando nisso, hoje trago uma notícia muito legal. Um grupo amigos, com ideais voltados para o meio ambiente  fundaram a  em 2008 a empresa, Tamoios Tecnologia, especializada na fabricação de revestimentos e embalagens ecológicas a partir de materiais biodegradáveis.

Os guris buscam oferecer uma alternativa ao isopor e ao plástico em muitas aplicações e setores, como por exemplo as embalagens fabricadas a partir da fibra da bananeira!

Ficou curioso sobre o projeto do guris? Dá uma olhada na matéria publicada no site da Projeto Draft no mês passado.

Matéria na íntegra

A Tamoios Tecnologia desenvolve embalagens compostáveis a partir de papelão e outros materiais biodegradáveis.

Por aqui nós defendemos e apoiamos qualquer esforço realizado para encarar o desafio de substituir padrões antigos do mercado, seja ele da construção civil, vestuário, alimentação ou qualquer outro.

Outro dia, uma amigo meu, que participava de uma feira em São Paulo, me mandou uma imagem de um produto que substituía o copo plástico,  achei demais, e descobri que, diferente do copo plástico que tem um tempo de decomposição de 50 a 100 anos, esse copinho se decompõe em até 1 ano e meio.

Fonte: Banco de imagens pessoal
Copinho Sustentável                  Fonte: Banco de imagens pessoal

 

O papel utilizado no copo é proveniente de madeiras de reflorestamento e produzido com 100% de fibras virgens. Não utilizam químicos branqueadores no papel, pois fazem mal à saúde, daí a sua aparência creme/parda. Por essas e outras que eles conquistaram diversos certificados de sustentabilidade.

ECopo http://www.mixologynews.com.br/06/2013/cafeina/ecopo-copo-ecologico/

O mundo precisa de novas ideias, e o lucro não pode ser sempre o vencedor da batalha, precisamos focar em questões sociais e que viabilizem um futuro sustentável para as próximas gerações!

Se você também gosta de assuntos voltados a sustentabilidade, e compartilha destes ideais, deixa aqui seu comentário, obervação ou ideia para um futuro sustentável! 🙂


Construímos seus sonhos, sustentamos seu futuro.

Daniela Manosso Bampi é arquiteta LEED GA. Graduada pela Universidade de Caxias do Sul e Pós Graduada em Construção Sustentável pelo INBEC

Siga nossas redes sociais! 🙂
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *